Nações Unidas lançam site sobre direitos dos albinos

Ouvir /

O portal tem o nome "Pessoas com Albinismo: Não são Fantasmas, mas são Seres Humanos"; Escritório de Direitos Humanos da ONU destaca que condição é mal compreendida, tanto do ponto de vista médico quanto social.

Site trata de questões ligadas aos direitos humanos dos albinos. Foto: Escrirório dos Direitos Humanos da ONU

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Escritório de Direitos Humanos da ONU acaba de lançar um site dedicado à questão do albinismo. A página na internet tem o nome "Pessoas com Albinismo: Não são Fantasmas, são Seres Humanos".

O público encontra várias informações sobre a condição, que é ainda "profundamente mal compreendida", tanto do ponto de vista social quanto médico, na avaliação do Escritório da ONU.

Histórias

A proposta do site é tratar das questões ligadas aos direitos humanos dos albinos. Na página online, é possível conhecer as histórias de 12 personalidades, pessoas com albinismo ou profissionais que estão a fazer a diferença e a trabalhar pelos albinos.

Os visitantes também têm acesso a informações sobre a condição, para que os mitos sejam derrubados e para que os albinos possam viver uma vida livre de estigma e de violência.

O Escritório da ONU explica ainda que as cores do site são neutras para facilitar a leitura por pessoas albinas, uma vez que muitos têm dificuldades em enxergar de forma perfeita.

Genes

No site, é explicado que o albinismo é uma condição rara, genética e não contagiosa, caracterizada pela falta de pigmentos na pele, nos cabelos e nos olhos.

Ambos os pais necessitam ter o gene do albinismo para que o mesmo seja passado aos seus filhos, ainda que os pais nunca tenham apresentado a condição.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, na África Subsaariana, acredita-se que uma entre 5 mil ou 15 mil pessoas possa ser albina. Na Europa e nos Estados Unidos, a taxa é de uma entre 20 mil pessoas.

O endereço do site é http://albinism.ohchr.org/

Leia Mais:

Escritório de direitos humanos da ONU condena ataque terrorista na Somália

ONU terá relator sobre direitos de pessoas com albinismo

Pelo menos 15 vítimas de ataques contra albinos em África Oriental, diz ONU

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031