Gordon Brown pede fundo global humanitário para educação

Ouvir /

Enviado especial da ONU para a Educação Global falou a jornalistas na sede da organização nesta quinta-feira, em Nova York; ex- primeiro-ministro britânico disse que este "é um ano de medo afetando milhões de crianças".

Gordon Brown fala a jornalistas na sede da ONU, em Nova York. Foto: ONU/Loey Felipe

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Por causa da "deterioração da situação afetando crianças em todo o mundo", o enviado especial da ONU para a Educação Global defendeu a criação de um novo fundo humanitário para educação em emergências.

Falando a jornalistas na sede da organização, nesta quinta-feira, em Nova York, Gordon Brown afirmou que as "estatísticas chocantes e alarmantes" pedem ação urgente.

Pior Ano

O ex-primeiro-ministro britânico afirmou que "este é agora o pior ano para crianças deslocadas dentro de seus próprios países e também, desde 1945, para o número de crianças refugiadas fora de seus países".

Ele disse que este é ainda o pior ano em ataques a escolas.

Brown afirmou que este não é um ano da criança, mas sim "de medo afetando milhões de crianças".

Estatísticas Alarmantes

Segundo o enviado especial, há 19 milhões de crianças que foram deslocadas dentro de seus países nos últimos 12 meses. Este número representa metade da população mundial que foi deslocada por conta de conflitos e outras emergências.

Ele afirmou que o grupo Boko Haram foi responsável pelo deslocamento de 800 mil crianças no norte da Nigéria.

Além desses números, de acordo com Brown, acredita-se que há, em todo o mundo, 7,5 milhões de crianças refugiadas. Isto seria quase metade da população total de refugiados.

Tráfico de Crianças

Segundo o ex-primeiro-ministro britânico, acredita-se que "mais de 825 mil crianças estejam sendo traficadas". Para ele, este é um "número alarmante em si mesmo, mas que mostra que esta é uma temporada aberta para traficantes em vários lugares em todo o mundo".

Brown falou também sobre números de crianças em situação análoga à escravidão e trabalho infantil. Ele disse ainda que 5 milhões de meninas este ano vão se casar antes dos 15 anos de idade.

O enviado especial falou de menores sequestradas em escolas na Nigéria e de meninos recrutados como crianças-soldado no Sudão do Sul. Ele também falou de situação difícil para menores em diversos outros países como Síria, Jordânia, Líbano, Iraque, Nepal, entre outros.

Escolas

Para Brown, "a melhor resposta para muitos desses problemas onde crianças são abusadas ou negligenciadas é oferecer educação em tempo integral em escolas".

Ele disse ainda que a "melhor proteção para muitas das meninas, especialmente, é que haja escolas seguras onde possam ir" e que, em situações de emergência, educação pode dar esperança às crianças.

Leia Mais:

Gordon Brown discute libertação de mais meninas em cativeiro na Nigéria

Gordon Brown: “Houve mais de 10 mil ataques a escolas nos últimos cinco anos”Cerca de 230 milhões de crianças vivem em países e áreas de conflito armado

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031