Fórum de Educação determina metas globais para o setor até 2030

Ouvir /

Participaram do encontro na Coreia do Sul representantes de governos, ONGs e sociedade civil de mais de 100 países; documento final encoraja implementação de sistema de qualidade e inclusivo que proporcione oportunidades para todos.

 A educação é essencial para alcançar as Metas de Desenvolvimento Sustentável. Foto: Unesco

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Fórum Mundial de Educação terminou esta quinta-feira com a divulgação de uma declaração final que determina metas globais para o setor até 2030.

O encontro, realizado em Incheon, na Coreia do Sul, reuniu representantes de governos, ONGs e sociedade civil de mais de 100 países.

Essencial

O documento encoraja a comunidade internacional a implementar um sistema de educação de qualidade, inclusivo e equitativo que forneça uma "longa vida" de oportunidades para todos.

Segundo a ONU, a educação é essencial para alcançar as Metas de Desenvolvimento Sustentável. Ela é necessária para erradicar a pobreza, compartilhar a prosperidade, ampliar o crescimento econômico e criar sociedades tolerantes e pacíficas.

Os participantes do Fórum afirmaram que a declaração final demonstra o compromisso comum de concretizar essa visão e mostra como a educação pode transformar vidas.

O documento vai apoiar as metas de educação incluídas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que serão ratificados em setembro, na ONU.

Grande Passo

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, Irina Bokova, disse que "a declaração é um grande passo adiante".

Segundo Bokova, ela reflete a determinação mundial de garantir que todas as crianças e jovens adquiram o conhecimento e as habilidades necessárias para que possam viver com dignidade e contribuir para a sociedade.

A chefe da Unesco disse ainda que o documento deixa claro que a educação é a chave para a paz global e para o desenvolvimento sustentável.

Segundo a ONU, atualmente 58 milhões de crianças estão fora das escolas, a maioria meninas. Além disso, 250 milhões de outras crianças, que frequentam as aulas, não estão aprendendo os ensinamentos básicos, muitas delas já estão na quarta série.

Geração

O diretor-executivo do Fundo para a Infância, Unicef, Anthony Lake, afirmou que "se esta geração de crianças algum dia conseguirá reduzir as desigualdades e injustiças que afligem o mundo atualmente, a comunidade internacional deve dar a elas uma chance para aprender".

A declaração fará parte do "Educação 2030: Quadro para Ação", que servirá como um mapa a ser adotado pelos governos até o fim do ano.

Ele vai fornecer um guia para a implementação de políticas educacionais que tenham como base a prestação de contas, a transparência e uma governança participativa.

A implementação das medidas vai exigir uma profunda coordenação regional, monitoramento e avaliação da agenda de educação. Além disso, exigirá também mais fundos, principalmente para os países mais pobres.

Leia Mais:

Fórum Mundial de Educação debate estratégia até 2030

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031