Ban alerta que fluxo de terroristas estrangeiros aumentou 70%

Ouvir /

Secretário-geral disse que essa alta foi registrada entre meados de 2014 e março deste ano; mais de 25 mil extremistas de mais de 100 países se juntaram ao Daesh e outros grupos; Conselho de Segurança debate ameaça dos terroristas à paz e à segurança.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Loey Felipe (arquivo)

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, alertou esta sexta-feira que o fluxo mundial de terroristas estrangeiros aumentou 70% entre meados de 2014 e março deste ano.

Ban fez a declaração no Conselho de Segurança, que está debatendo as ameaças à paz e à segurança internacionais causadas por esses extremistas.

25 mil

O chefe da ONU afirmou que segundo a equipe de monitoramento das sanções contra o grupo Al-Qaeda, mais de 25 mil terroristas estrangeiros de mais de 100 Estados-membros se juntaram ao Daesh e a outros grupos extremistas.

Eles saíram de seus países de origem para lutar na Síria, no Iraque e também no Afeganistão, no Iêmen e na Líbia.

Ban afirmou que nenhuma nação pode enfrentar esse desafio sozinha. A comunidade internacional deve aumentar a cooperação e a troca de informações, criar um controle eficaz de fronteiras e fortalecer os sistemas judiciários, de acordo com o Estado de Direito e os direitos humanos.

Para o secretário-geral, o cumprimento da lei internacional é fundamental para o sucesso da operação e lembrou que a ONU está pronta para auxiliar qualquer país a implementar essas normas.

Radicalização

Ban afirmou que o mundo tem de enfrentar as condições que levam jovens, homens e mulheres, ao extremismo violento. Ele explicou que a radicalização é o primeiro passo para que a pessoa se torne um terrorista estrangeiro.

O chefe da ONU declarou que a maioria desse grupo é formada por jovens entre 15 e 35 anos, motivados por ideologias extremistas.

Mas ao mesmo tempo, Ban deixou claro que é importante também lidar com as condições e os fatores que levaram meninas e mulheres a se juntarem ao Daesh e a outros grupos terroristas.

O secretário-geral disse que vai apresentar um Plano de Ação para Prevenir o Extremismo Violento na 70ª sessão da Assembleia Geral em setembro.

Ele saudou ainda iniciativas do Conselho de Segurança para combater o problema, como a reunião especial da Comissão de Contraterrorismo, que vai acontecer em julho, em Madri.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031