Assembleia Geral adota resolução sobre proteção ao patrimônio cultural no Iraque

Ouvir /

Segundo o vice-secretário-geral a destruição da herança cultural é testemunha de uma forma de "extremismo violento que busca destruir o presente, passado e futuro da civilização humana".

Nimrud, Iraque. Foto: Unesco

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Assembleia Geral da ONU adotou por consenso nesta quinta-feira uma resolução para proteger e preservar o patrimônio cultural do Iraque. A proposta foi dos governos da Alemanha e do Iraque.

Segundo o vice-secretário-geral da ONU, a "destruição da herança cultural testemunha uma forma de extremismo violento que busca destruir o presente, o passado e o futuro da civilização humana".

Perda para Humanidade

Jan Eliasson afirmou que o fato disso "estar acontecendo no momento no Iraque, berço da civilização da Mesopotâmia, representa uma perda não apenas para o povo iraquiano, mas para toda a humanidade”.

Ele disse ainda que outros países na região têm visto crimes semelhantes, mencionando o Afeganistão, a Síria e o africano Mali. Segundo Eliasson, a "destruição do patrimônio cultural em todo o mundo chegou a níveis inéditos".

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, falou a jornalistas depois da sessão.

Momento Importante

Irina Bokova disse que o "momento é importante" após adoção de "resolução do Conselho de Segurança sobre financiamento do extremismo e ações da Unesco e parceiros para combater o tráfico ilegal de objetos de arte".

Neste mês, Bokova, já havia pedido o fim imediato dos combates em Palmira, na Síria. Há relatos de que grupos extremistas armados entraram no local, declarado Patrimônio Mundial pela agência.

Síria

Citando ativistas, agências de notícias relataram que militantes do grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, na Síria, tomaram controle quase que total da cidade de Palmira. Segundo as agências, há receios de que os militantes destruam ruínas antigas. Integrantes do grupo demoliram locais do mundo antigo no Iraque, incluindo Hatra e Nimrud.

De acordo com a Unesco, “Palmira contém ruínas monumentais de uma grande cidade que foi um dos centros culturais mais importantes do mundo antigo”.

Leia Mais:

Diretora-geral da Unesco pede fim imediato dos combates em Palmira, na Síria

ONU quer combater comércio ilegal de Patrimônio Cultural

Unesco pede reunião de emergência do Conselho de Segurança sobre Iraque

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031