Entrevista: Cláudio Tadeu Daniel Ribeiro

Ouvir /

Mosquito transmissor da malária. Foto: ONU

A ONU marca este 25 de abril como o Dia Mundial da Malária.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, afirmou que o mundo tem as ferramentas e a experiência para vencer a luta global contra a malária.

De Portugal, o coordenador do Centro de Pesquisa, Diagnóstico e Treinamento em Malária da Fundação Oswaldo Cruz, Fiocruz, Dr. Cláudio Tadeu Daniel Ribeiro falou à Rádio ONU que a malária é uma doença negligenciada.

Para o médico da Fiocruz, a malária pode ser considerada ainda hoje, apesar dos importantes esforços e investimentos para sua eliminação, uma doença negligenciada.

Ele explica que a malária tem um impacto muito grande na saúde pública, com 198 milhões de casos e mais de 500 mil mortes anualmente.

Sobre a situação do Brasil, Tadeu Daniel-Ribeiro disse que o país é um dos 99 onde existe transmissão ativa da doença e um dos 55 países, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, listados como em vias de eliminação da malária.

Acompanhe a entrevista com Edgard Júnior

Duração:10″45″

Compartilhe

Parte 1 Ouvir / Parte 2 Ouvir /
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031