Ataque na Somália mata quatro funcionários do Unicef

Ouvir /

Representante do secretário-geral no país, Nicholas Kay, condenou ação, que matou também dois policiais e feriu outros quatro funcionários da agência; chefe do Unicef afirmou que atentado representa "agressão não somente contra a agência, mas também contra todas as pessoas que recebem ajuda".

Representante do secretário-geral afirmou que a ação representa "desrespeito pela vida das pessoas que trabalham na ajuda humanitária na Somália". Foto: Unicef/Holt

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O representante especial do secretário-geral das Nações Unidas para a Somália, Nicholas Kay, condenou nos mais fortes termos o ataque a um veículo da ONU ocorrido esta segunda-feira na cidade de Garowe, no nordeste do país.

Kay afirmou que a ação terrorista contra o micro-ônibus da ONU matou quatro funcionários do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e mais dois guardas. Três outros funcionários da agência ficaram feridos.

Al-Shabaab

O representante do secretário-geral afirmou que a operação aconteceu as oito da manhã, horário local, quando o veículo transportava os trabalhadores para o escritório do Unicef.

O grupo Al-Shabaab assumiu responsabilidade pelo ataque realizado por um homem bomba.

Kay declarou que a ação representa "um desrespeito total pela vida das pessoas que trabalham na ajuda humanitária e de desenvolvimento na Somália".

Paz e Estabilidade

Ele disse que essa "é uma tentativa desesperada dos terroristas de interromper o caminho do país em direção à paz e à estabilidade".

O diretor-executivo do Unicef, Anthony Lake, também condenou o atentado e disse que a ação representa uma "agressão não somente à agência mas também contra todas as pessoas que recebem ajuda".

Kay e Lake expressaram pêsames às famílias dos funcionários mortos e disseram que os feridos foram transferidos de helicóptero para receber tratamento em hospitais fora da região do ataque.

*Apresentação: Edgard Júnior.

Leia Mais:

Enviado da ONU condena atentado como “ataque” à juventude da Somália

Escritório de direitos humanos da ONU condena ataque terrorista na Somália

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031