Islândia a apoiar projectos do Unicef em zonas rurais de Moçambique

Ouvir /

São US$ 3,5 milhões para a promoção do aprovisionamento de água e de saneamento na província da Zambézia; cerca de 300 mil pessoas devem ser beneficiadas.

Água potável acessível em Moçambique. Foto: Unicef Moçambique

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

O governo da Islândia está a financiar, com US$ 3,5 milhões, a promoção do aprovisionamento de água e de saneamento nas zonas rurais de Moçambique. O dinheiro será canalizado por meio do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, no país.

A proposta é melhorar a vida de crianças em toda a província de Zambézia, proporcionando o acesso a infraestruturas de saneamento e fontes de água melhoradas.

Benefícios

O financiamento do governo da Islândia está a ser feito por sua Agência para o Desenvolvimento Internacional e contribuirá para o programa conjunto do governo de Moçambique com o Unicef. O projecto é orçado em US$ 8,1 milhões no total, num período de três anos.

Cerca de 300 mil pessoas devem ser beneficiadas com infraestrutura adequada de saneamento e 48 mil pessoas com fontes melhoradas de água. O Unicef afirma também que 40 escolas nas zonas rurais da Zambézia receberão infraestruturas melhoradas de água e de saneamento, para atender 14 mil alunos.

Recuperação das Cheias

O representante do Unicef em Moçambique afirmou que o apoio da Islândia ajudará na "sobrevivência e no desenvolvimento" de crianças da província da Zambézia. Koenraad Vanormelingen explica que esta é a fase de recuperação do impacto das cheias, que devastaram muitos distritos do país.

Durante o lançamento oficial do programa, a representante da agência da Islândia, Thordis Sigurdardottir, defendeu que o apoio a Moçambique pode levar a uma mudança "positiva e visível" dos distritos da Zambézia, nomeadamente nas áreas de educação, saúde, meio ambiente e igualdade de género.

Acesso

O comunicado do Unicef diz que estatísticas indicam que apenas 6% de 4,7 milhões de pessoas da Zambézia têm acesso ao saneamento melhorado. Já apenas 26% tem acesso à água potável e por isso a prioridade é para o saneamento, devido à fraca cobertura nas zonas rurais.

A iniciativa integra o Programa Nacional de Saneamento Rural, Pronasar, que inicialmente cobrirá os distritos do Gúruè e do Gilé, com investimentos nas áreas de água, saneamento, higiene, capacitação institucional e será expandido para mais três distritos.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031