Guiné Conacri: Unmeer saúda emergência sanitária decretada para deter ébola

Ouvir /

Chefe da Missão de Emergência da ONU para o Ébola chama série de iniciativas de “medidas corajosas”; ações foram publicadas pelo presidente Alpha Conde no domingo.

Treinamento para médicos contra o ébola. Foto: OMS/R. Holden

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O representante especial do secretário-geral e chefe da Missão de Emergência da ONU para o Ébola, Unmeer,  saudou as “medidas corajosas” do governo da Guiné Conacri ao decretar 45 dias de emergência sanitária em cinco regiões do país.

A reação de Ismael Ould Cheikh Ahmed foi publicada na conta do Twitter da Unmeer, na sequência das medidas declaradas pelo presidente Alpha Conde, neste domingo, para o reforço do combate ao surto no país da África Ocidental.

Enterros

As restrições,  para áreas do oeste e do sudoeste do país,  incluem quarentena em clínicas e hospitais onde foram detetados novos casos além de novas regras de enterros e possíveis períodos de isolamento.

De acordo com o mais recente relatório da Organização Mundial da Saúde, OMS, a Guiné Conacri registou três dos 79 novos casos semanais reportados nos três países mais afetados. O surto eclodiu no país em dezembro de 2013.

O informe destaca a semana de 22 de março como a que teve menos pacientes na região em 2015. De acordo com a agência, no total a doença já provocou 24.907 casos e 10.326 mortos.

Leia Mais:

Vacina contra ebola começa a ser testada na Guiné

Embaixador da Boa Vontade visita comunidades afetadas por ebola

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031