Entrevista: Brasil diz que memorial sobre escravos na ONU é “lição crítica”

Ouvir /

Ban Ki-moon (ao centro da faixa) inaugura o monumento Arca do Retorno. Foto: ONU/Eskinder Debebe

O vice-chefe da Missão do Brasil nas Nações Unidas disse que a organização devem ser o símbolo de humanidade e igualdade, após os séculos de escravatura.

Guilherme Patriota falou à Rádio ONU durante a inauguração do monumento Arca do Retorno, nesta quarta-feira, na sede da organização em Nova Iorque.

No evento, Patriota lembrou que “capoeiristas brasileiros dançaram junto a africanos”.  Para ele, as Nações Unidas devem ser símbolo da humanidade e igualdade.

Na conversa, o diplomata falou de momentos, das marcas e das lições do comércio de escravos no Brasil.

Acompanhe a entrevista com Eleutério Guevane.

Tempo total: 03'13"

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031