Afeganistão: ONU fala de hipótese de diálogo entre governo e Talebã

Ouvir /

Unama destaca necessidade de consolidar o nível de confiança entre as partes; Conselho de Segurança renovou mandato da missão até fim de março de 2016.

Conselho de Segurança da ONU. Foto: ONU/JC McIlwaine

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, disse haver um “alinhamento de circunstâncias” que poderiam conduzir à promoção do diálogo de paz no país.

Falando esta segunda-feira no Conselho de Segurança, o  representante do secretário-geral no Afeganistão, Nicholas Haysom, confirmou relatos sobre  ”possíveis conversações entre o governo e os talebãs”.

Pontos Comuns

Haysom  destacou, entretanto, que as partes devem ter espaço suficiente para consolidar o seu  nível de confiança. O objetivo é que possam identificar pontos comuns e concluir que a paz é a única opção viável para o Afeganistão.

O responsável disse que entre os progressos estão a nomeação e a aprovação de novos ministros para o governo de unidade nacional e o diálogo mais construtivo com o Paquistão focalizado na paz, no comércio e na segurança.

A sessão do Conselho de Segurança aprovou a renovação do mandato da Unama, por mais um ano. A resolução unânime pede ao secretário-geral que inicie um processo de consulta com autoridades do país e outros parceiros.

Avaliação

O objetivo da avaliação de seis meses é apurar as atividades, a estrutura e o papel do sistema das Nações Unidas no país.

O Conselho já tinha aprovado um acordo entre o Afeganistão e a Organização do Tratado do Atlântico Norte, Nato, para a prestação de  assistência e treino ao Exército a partir de 1 de janeiro.

Nova Fase

A resolução reconhece e situação e destaca o seu apoio à nova fase de soberania, titularidade e liderança dos afegãos sobre a sua segurança.

A Unama foi autorizada pelo Conselho de Segurança em 2002, a pedido do governo. O objetivo da operação é apoiar a construção dos pilares para paz sustentável e desenvolvimento.

Calcula-se que desde 2009, o conflito entre o governo e os insurgentes tenha causado mais de 17,7 mil mortos e 29,9 mil feridos.

Afeganistão: Conselho de Segurança apoia acordo sobre missão da Otan

Afeganistão: pobreza, empregos e estabilidade prioritárias ao pós-transição

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031