Presidente da Comissão de Inquérito sobre Gaza deixa o cargo

Ouvir /

Professor William Schabas entregou posto ao presidente do Conselho de Direitos Humanos; antes, Israel pediu sua demissão alegando conflito de interesse; comissão prepara relatório sobre alegações de violações cometidas durante o conflito com Hamas e outros grupos armados, no ano passado.

William Schabas Foto: Biblioteca Audiovisual de Lei Internacional da ONU

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O presidente da Comissão de Inquérito sobre o conflito em Gaza entregou seu cargo na noite de segunda-feira. O professor William Schabas enviou uma carta ao presidente do Conselho de Direitos Humanos, embaixador Joachim Ruecker, indicando que deixava o comitê imediatamente.

A renúncia de Schabas ocorre após o presidente do Conselho de Direitos Humanos ter recebido outra carta na sexta-feira. No documento, a Missão de Israel junto à ONU em Genebra pedia a demissão do presidente da comissão sobre Gaza, alegando "conflito de interesse".

Palestinos

Segundo o representante israelense, embaixador Eviatar Manor, Schabas já teria prestado serviços para os palestinos e por isso, sua função na Comissão de Inquérito seria "inapropriada".

Ao renunciar, Schabas explicou que em 2012, ele foi contratado pela Organização para a Libertação da Palestina para fornecer consultoria sobre questões ligadas ao Tribunal Penal Internacional. Após produzir um documento de sete páginas, Schabas afirma não ter prestado outros serviços para essa entidade nem para o governo palestino.

Vítimas

O presidente do Conselho de Direitos Humanos aceitou a renúncia de Schabas e o agradeceu pelo trabalho prestado nos últimos seis meses como presidente da comissão.

Em nota, o embaixador Ruecker afirma respeitar a decisão de Schabas e ressalta que desta maneira, qualquer indício de conflito de interesse está sendo evitado, preservando assim a integridade do processo. Ele já está avaliando a escolha de um novo presidente.

A Comissão de Inquérito sobre Gaza trabalha sob mandato do Conselho de Direitos Humanos, com a missão de investigar alegações de violações da lei humanitária internacional na região.

No momento, a comissão está na fase final de coletar provas do maior número possível de vítimas e de testemunhas dos dois lados do conflito. Um relatório será apresentado ao Conselho no dia 23 de março.

Leia também:

Escritório da ONU em Gaza é invadido durante protesto

Sem dinheiro, Unrwa cancela parte da assistência a civis em Gaza

Palestinos entram com pedido de adesão a Tribunal Internacional

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031