ONU preocupada com capturados e feridos no conflito na Ucrânia

Ouvir /

Escritório de Direitos Humanos afirmou que o cessar-fogo que entrou em vigor em 15 de fevereiro reduziu as hostilidades em várias partes do leste do país; apesar disso, órgão disse que combates continuaram em Debaltseve.

Ciclistas passam por um prédio residencial destruído, na região de Donetsk. Foto: Acnur/I.Zimova

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório de Direitos Humanos da ONU está preocupado com o destino de civis e militares ucranianos capturados ou feridos na região de Debaltseve, no leste da Ucrânia.

Segundo o órgão, o cessar-fogo que entrou em vigor em 15 de fevereiro reduziu as hostilidades em várias partes da zona de conflito, mas os confrontos continuaram até a última quarta-feira, principalmente em Debaltseve.

Monitores

O Escritório da ONU não tem ainda uma estimativa completa de quantos civis estão sitiados na cidade, quantos estão feridos ou foram mortos. Não há também nenhuma informação sobre se a população tem acesso à saúde ou a outros serviços básicos.

O órgão lamenta que até agora os monitores da Organização para a Cooperação e Segurança da Europa, Osce, ainda não receberam autorização para entrar na região.

Desde o início da crise, em abril do ano passado, 5.692 pessoas foram mortas no conflito e mais de 14 mil ficaram feridas no leste da Ucrânia.

Números Maiores

A ONU diz que essas informações são incompletas. As equipes de monitoramento de direitos humanos e da Organização Mundial da Saúde, OMS, que fazem a coleta de dados de fontes oficiais, acreditam que esses números sejam muito maiores.

O Escritório de Direitos Humanos citou preocupação também com as condições da piloto ucraniana Nadia Savchenko, que está detida em Moscou desde julho do ano passado.

Ela está em greve de fome há 70 dias e de acordo com os seus advogados, decidiu recusar as injeções de glicose que vinha recebendo. O órgão pediu as autoridades russas que libertem imediatamente a militar por motivos humanitários.

Leia Mais:

PMA aumenta operações de emergência no leste da Ucrânia

Em meio a cessar-fogo, milhares de civis continuam sitiados na Ucrânia

Secretário-geral preocupado com confrontos em Debaltseve, na Ucrânia

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031