ONU lança relatório sobre violência contra crianças em África

Ouvir /

Representante do secretário-geral, Marta Santos Pais disse que documento apresenta situações em que os menores estão a ser afetados nas escolas e nas comunidades; além disso, cita questões de maus tratos e torturas contra crianças que apresentam algum tipo de deficiência.

Relatório sobre violência contra criança africana. Foto: Unicef

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A representante especial do secretário-geral sobre Violência contra Crianças, Marta Santos Pais, divulga esta quarta-feira um relatório sobre a situação dos menores em África.

O documento foi preparado pelo Escritório da representante, pela União Africana, pela Missão da Zâmbia na ONU e pelo Instituto de Investigação e Promoção dos Direitos das Crianças, com base na Etiópia.

Objetivo

O objetivo é averiguar as formas de violência que afetam as crianças africanas, em quais circunstâncias elas acontecem e quais são as medidas desenvolvidas até hoje pelos Estados africanos.

Além disso, os especialistas debatem como melhorar a ação para prevenir e eliminar a violência contra os menores no continente.

De Nova Iorque, em entrevista à Rádio ONU, Santos Pais falou sobre os tipos de violência que as crianças sofrem.

"Situações que tenham a ver com a violência nas escolas, com a violência nas comunidades e com a violência no seio da família. Situações de estigmatização, de marginalização, de tortura e de maus tratos. Por exemplo, essas são crianças que sofrem de algum tipo de deficiência ou crianças com albinismo."

Preocupação

A representante da ONU disse que os menores que são particularmente vulneráveis em suas sociedades são um fator de grande preocupação.

Mas Santos Pais afirma que o documento também traz pontos positivos, como o reconhecimento às constituições que proíbem a violência contra a criança no continente africano.

Ela cita ainda as boas legislações em vigor, os mecanismos de proteção e o papel desempenhado por líderes religiosos e autoridades locais que fazem um chamado para ação para que as boas práticas possam ser melhor conhecidas.

Ao mesmo tempo, é importante pressionar os países para que acelerem seus esforços para prevenir a violência e proteger as crianças africanas.

Leia mais:

Dia global pede internet mais segura para crianças e adolescentes

Representante especial da ONU pede fortalecimento da justiça restaurativa

ONU celebra 25 anos da Convenção sobre os Direitos Humanos da Criança

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031