Mais de 1,3 mil mortos em atos de terrorismo no Iraque em janeiro

Ouvir /

Dados são da Missão da ONU no país; de acordo com números divulgados no domingo, cerca de 2,2 mil ficaram feridos.

Foto: Acnur/S. Baldwin

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

De acordo com dados divulgados no domingo pela Missão de Assistência da ONU para o Iraque, Unami, 1.375 iraquianos foram mortos em atos de terrorismo e violência no país em janeiro.

Segundo a missão das Nações Unidas, 2.240 pessoas ficaram feridas.

Civis

O número de civis mortos foi de 790, incluindo 59 policiais civis. Cerca de 1.469 foram feridos, incluindo 69 policiais civis.

Badgá foi a província mais afetada com 1.014 vítimas civis, entre 256 mortos e 758 feridos.

Do exército iraquiano, 585 integrantes foram mortos e 771 feridos.

A Missão tem tido dificuldade em verificar de forma eficaz os dados de vítimas em áreas de conflito. Por esta razão, a Unami afirma que os números divulgados devem ser considerados como uma base mínima do total de registros.

Leia mais:

Angelina Jolie: "mundo fracassou na ajuda aos deslocados no Iraque"

OIM alerta que Iraque tem mais de 2,1 milhões de deslocados internos

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031