FMI diz que PIB de São Tomé e Príncipe deve subir 4,5% em 2014

Ouvir /

Declaração foi feita pelo chefe da missão do Fundo que encerrou visita ao país na sexta-feira; Maxwell Opoku-Afari afirmou que a atividade económica permaneceu robusta no ano passado.

Turismo é fonte de renda para a economia. Foto: ECA

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo Monetário Internacional afirmou que o Produto Interno Bruto, PIB, de São Tomé e Príncipe deve atingir um crescimento de 4,5% em 2014.

A afirmação foi feita pelo chefe da missão do FMI, Maxwell Opoku-Afari, que visitou o país entre 30 de janeiro e 6 de fevereiro.

Atividade Económica

Segundo Opoku-Afari, "a atividade económica de São Tomé e Príncipe permaneceu robusta no ano passado, principalmente pelo alto investimento direto estrangeiro na região".

O chefe da missão disse ainda que a inflação no país continua a cair e atingiu 6,4% em dezembro passado, o menor índice já registrado nas últimas duas décadas.

O FMI informou que as reservas internacionais do Banco Central de São Tomé e Príncipe estão em níveis considerados confortáveis mas o déficit fiscal chegou a 3,6% do PIB, um número mais alto do que o esperado pelos especialistas.

Opoku-Afari afirmou que o novo governo do país está comprometido em restaurar a disciplina fiscal para manter a credibilidade do regime de câmbio fixo e também para criar espaço necessário para investimentos públicos.

Leia Mais:

FMI fornece US$ 100 milhões para os países afetados pelo ebola

FMI reduz previsão de crescimento global, Brasil cai para 0,3% em 2015

FMI: performance macroeconómica de Moçambique permanece robusta

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031