Enviado da ONU pede a países para conter "forças negativas" na RD Congo

Ouvir /

Said Djinnit disse que as nações da região dos Grandes Lagos devem apoiar operações contra a Fdlr; representante finalizou esta quarta-feira visita ao Ruanda para discutir esforços de paz e segurança em toda a área.

Said Djinnit. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O enviado especial do secretário-geral para a região dos Grandes Lagos, Said Djinnit, pediu aos países da área que continuem unidos nos esforços para "conter todas as forças negativas" no leste da República Democrática do Congo.

Segundo Djinnit, as nações devem também apoiar as operações militares contra as Forças Democráticas de Libertação do Ruanda, Fdlr.

Paz e Segurança

O representante da ONU finalizou nesta quarta-feira visita ao Ruanda, onde se reuniu com os ministros das Relações Exteriores e da Defesa para discutir os esforços de paz e segurança na região.

Ele se reuniu também com o presidente da Comissão de Reintegração e Desmobilização do Ruanda, Crdr.

Djinnit encorajou o governo da RD Congo, que tem o apoio da Monusco, a Missão das tropas de paz da ONU no país, a assegurar progressos tangíveis das ações militares contra o Fdlr.

O grupo, segundo ele, "já causou muito sofrimento a pessoas inocentes". O enviado de Ban Ki-moon encorajou também o governo do Ruanda a permanecer engajado no processo de Paz, Segurança e Cooperação, firmado em Adis Abeba, em fevereiro de 2013.

Cooperação

Djinnit agradeceu a cooperação dos governos do Ruanda e da RD Congo nos esforços de repatriação de ex-combatentes do grupo M-23, de acordo com as Declarações de Nairóbi, assinadas em dezembro de 2013.

Durante as reuniões, o representante da ONU referiu a importância de as autoridades lidarem com as causas do conflito e da instabilidade na região, incluindo desafios socioeconómicos e de governança.

Na sua opinião, é importante também promover a cooperação económica entre os países da área e citou as preparações para a Conferência de Investimento Privado da região dos Grandes Lagos, planejada para este ano.

Leia Mais:

Monusco condena massacres por grupos armados na região de Beni

Ban defende erradicação de grupos armados ilegais na RD Congo

Chefe da Monusco saúda anúncio de operações militares contra grupo rebelde

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031