Conselho de Segurança deplora rapto de mais de 100 assírios pelo Isil

Ouvir /

Países-membros destacam que crimes demonstram novamente a brutalidade do grupo; segundo agências de notícias, sequestro do grupo de cristãos ocorreu na série de ataques perto da cidade de Tal Tamr na segunda-feira.

Conselho de Segurança da ONU. Foto: ONU/JC McIlwaine

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Os Estados-membros do Conselho de Segurança condenaram com veemência o rapto de mais de 100 assírios pelo grupo Isil, também conhecido por Daash, nesta segunda-feira no nordeste da Síria.

Em nota, os 15 países que integram o órgão deploram também a destruição e a profanação de locais religiosos cristãos e outros.

Ataques

Agências de notícias informaram que entre o grupo de cristãos sequestrados estavam homens, mulheres e crianças. As ações seguiram-se a uma série de ataques perto da cidade de Tal Tamr. Muitos habitantes teriam fugido para Hassake, um centro urbano do leste.

Os 15 membros do Conselho destacam que tais crimes “demonstram uma vez mais a brutalidade do grupo”, considerado responsável por milhares de crimes e abusos de pessoas de “todas as fés, etnias e nacionalidades sem levar em conta qualquer valor básico da  humanidade.”

Violência

Os integrantes do órgão condenaram vigorosamente todos os atos de violência contra civis, incluindo os cometidos com base na sua etnia, religião ou crença.

A nota termina exigindo a libertação imediata e incondicional de todas as pessoas raptadas pelo Isil, pela frente Al-Nusra e outros indivíduos, grupos, empreendimentos  e entidades associadas à Al-Qaeda sublinhando que os autores de tais “atos hediondos” devem ser responsabilizados.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031