Chefe de Direitos Humanos avalia situação no Sudão do Sul

Ouvir /

Ivan Simonovic ficará seis dias no país e vai se reunir com autoridades do governo para discutir os problemas; ele vai visitar as cidades mais afetadas pelo conflito: Bentiu e Malakal.

Ivan Simonovic. Foto: ONU/Rick Bajornas

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral assistente de Direitos Humanos, Ivan Simonovic, chegou esta segunda-feira ao Sudão do Sul para avaliar a situação no país.

Durante sua última visita, em janeiro de 2014, Simonovic afirmou ter visto horrores e atrocidades em massa cometidos tanto pelo governo como por grupos da oposição.

Crise

Em Juba, a capital, Simonovic disse à Rádio ONU que a crise, que começou como política, ganhou uma dimensão étnica que precisa ser urgentemente abordada.

Ele afirmou que a "prestação de contas pelas violações é um elemento muito importante. É a forma de se evitar futuras violações e crimes e uma forma de quebrar o ciclo de violência e de impunidade no país".

O representante da ONU disse ainda que vai se reunir com autoridades do governo para discutir a situação, além de visitar as áreas de conflito nas comunidades mais afetadas em Bentiu, no Estado Unidade, e em Malakal, localizada no Estado Alto Nilo.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031