Assembleia Geral fará encontro sobre situação do ebola na África

Ouvir /

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e enviado especial sobre ebola, David Nabarro, devem participar da sessão na sede da organização em Nova York; ebola já matou mais de 9 mil pessoas, a maioria na Guiné, em Serra Leoa e na Libéria.

Assembleia Geral da ONU. Foto: ONU/Mark Garten

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A situação do ebola na África Ocidental volta a ser discutida nesta quarta-feira pela Assembleia Geral da ONU, em Nova York.

O secretário-geral, Ban Ki-moon, deve discursar no encontro. Ban visitou os países mais afetados pela doença que já matou mais de 9 mil pessoas, segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS.

Avanços e desafios

O enviado especial sobre Ebola, David Nabarro, também falará aos países-membros na Assembleia Geral sobre os avanços e desafios no combate ao surto.

Os três países mais afetados pelo ebola são Guiné, Libéria e Serra Leoa. No fim do mês passado, durante o Encontro de Cúpula da União Africana, em Adis Abeba, o chefe da Comissão Econômica para África, Carlos Lopes, disse que os países credores deveriam aprovar um alívio da dívida das nações africanas afetadas pelo vírus.

Segundo Lopes, a medida deve almejar ainda o perdão total das dívidas externas desses países.

Assistência

Na terça-feira, o Banco Mundial informou que está cooperando com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, para financiar ações de assistência a lares rurais na Guiné. A quantia é de US$ 5 milhões, equivalentes a mais de R$ 14 milhões.

Segundo o Banco Mundial, a Guiné é o país mais atingido pelo surto. Com a iniciativa, cerca de 30 mil lares devem ser conscientizados  da importância da prevenção ao ebola.

O surto iniciado no oeste da África levou o Conselho de Segurança da ONU a autorizar, no ano passado, a formação da primeira missão da história do órgão, baseada numa emergência de saúde pública.

Leia mais:

Ebola: OMS quer ampliar resposta com a ajuda de médicos internacionais

Ronaldo, Zidane e outras estrelas do futebol unidos contra o ebola

FMI fornece US$ 100 milhões para os países afetados pelo ebola

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031