Velejadores começam provas para promover proteção dos oceanos

Ouvir /

São 16 capitães da classe mundial que zarparam de Nova York na véspera de Ano Novo; Corrida Mundial Barcelona é a única prova dupla, sem escala e sem assistência, do globo; aventura tem apoio da Unesco.

Foto: Banco Mundial/Curt Carnemark

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um grupo de 16 velejadores mundiais está realizando uma corrida global para promover a proteção dos oceanos. Pela primeira vez, as equipes vão coletar dados para projetos científicos ao visitar rotas consideradas remotas e com pouca informação.

A iniciativa é uma parceria da Comissão Intergovernamental de Oceanografia e da Unesco, a agência da ONU para educação, ciência e cultura, além da Fundação Barcelona para a Navegação Oceânica.

Resultados

Cada equipe vai investigar os níveis de temperatura e salinidade, assim como obter dados meteorológicos para análise.

Os resultados serão avaliados por redes de pesquisadores como o Sistema Global de Observação dos Oceanos. Além disso, os velejadores irão lançar um instrumento flutuante no trecho entre o Cabo da Boa Esperança e o Cape Horn para tentar entender o sistema das águas, ainda pouco navegadas, e a mudança climática.

Os líderes da prova, Alex Thomson e Pepe Ribes, já passaram as Ilhas Canárias numa corrida mais apertada do que se esperava. A maioria das equipes teve problemas para entrar no Atlântico por causa de colisões com dejetos e restos de redes de pesca.

Os atletas estão registrando o trajeto por e-mail e outras formas de interatividade. Entre os projetos científicos está o cálculo de concentração de microplásticos nas águas do mar.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031