Na Missão da França na ONU, Ban presta homenagem às vítimas de ataques

Ouvir /

Secretário-geral volta a enfatizar que não se trata de uma guerra entre religiões, mas de um "ataque puramente terrorista"; em ligação ao presidente François Hollande, chefe da ONU pede coragem durante tragédia.

Ban Ki-moon assina livro de condolências na Missão da França. Foto: ONU/Evan Schneider

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral foi esta sexta-feira à Missão da França nas Nações Unidas, prestar condolências e homenagem às vítimas dos ataques em Paris. Ban Ki-moon voltou a classificar o ataque à revista Charlie Hebdo de "ato terrorista inaceitável".

Ban disse que na quinta-feira, ligou ao presidente François Hollande e o encorajou a "mostrar coragem durante esta situação trágica e difícil". O secretário-geral enfatizou não se tratar de uma guerra entre religiões, mas sim de "um ataque puramente terrorista".

Respeito

O chefe da ONU afirmou ter ficado "aliviado com a morte dos terroristas por autoridades do governo francês". Ele fez um apelo aos cidadãos do mundo, para que aumentem o nível de tolerância e de respeito pelas crenças, religiões e tradições de outras pessoas.

Ban destacou que as Nações Unidas promovem o diálogo inclusivo e a tolerância e afirmou que diferenças de opinião podem ser resolvidas por meio do diálogo. O secretário-geral reafirmou seu forte apoio ao povo da França e a todos que trabalham nos meios de comunicação, ressaltando a importância de se proteger a liberdade de imprensa.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031