Missão da ONU no Líbano investiga morte de boina azul em ataque

Ouvir /

Coordenadora especial para o país citou piora da situação de segurança depois das ações contra as forças de defesa israelenses na região de Fazendas de Sheeba; Sigrid Kaag pediu moderação a todos os lados e que evitem medidas que possam desestabilizar ainda mais a área.

“Linha-Azul”, faixa que divide o Israel e o Líbano. Foto: Unifil

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Um boina azul da Força Interina da ONU no Líbano, Unifil, morreu esta quarta-feira depois de um ataque com seis foguetes contra as forças de defesa israelenses, na área de Sheeba Farms.

A coordenadora especial do secretário-geral para o Líbano, Sigrid Kaag, está preocupada com a piora da situação de segurança no sul do país.

Apelo

Kaag pediu urgentemente a todas as partes envolvidas que evitem ações que possam desestabilizar ainda mais a situação. A coordenadora especial apelou a todos os lados que continuem cumprindo com as suas obrigações de acordo com a resolução 1701 do Conselho de Segurança.

A Força Interina da ONU no Líbano informou que o soldado, de nacionalidade espanhola, ficou gravemente ferido e não resistiu.

O chefe da Unifil, general Luciano Portolano, entrou em contato com os dois lados para ajudar a controlar a situação.

Depois deste incidente, a Unifil registrou mais um ataque com foguetes contra Israel vindo da região de Kafer Shouba, no Líbano, perto da linha azul, área que separa os dois países.

A Força da ONU aumentou sua presença na área e intensificou as patrulhas na região em coordenação com as Forças Armadas Libanesas. Segundo a Unifil, neste momento a situação é calma na linha azul.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031