Fundo da ONU destina US$ 14 milhões para região dos Grandes Lagos

Ouvir /

Subsecretária-geral para Assistência Humanitária, Valerie Amos, alocou cerca de US$ 100 milhões do Fundo Central de Resposta de Emergências da ONU, Cerf, para países com necessidade de assistência humanitária; nações afetadas pela crise síria receberam maior parte dos recursos.

Valerie Amos. Foto: ONU/Eskinder Debebe

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A subsecretária-geral para Assistência Humanitária, Valerie Amos, alocou cerca de US$ 100 milhões do Fundo Central de Resposta de Emergências da ONU, Cerf, para impulsionar trabalhos de assistência na Síria e em 11 outros países onde há grandes necessidades humanitárias e baixo apoio financeiro.

Cerca de US$ 14 milhões vão apoiar operações de assistência em três países da região dos Grandes Lagos, na África. Segundo o Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha, o conflito de longa duração na República Democrática do Congo continua a ter efeitos desastrosos.

África

Agências na RD Congo e nos vizinhos Burundi e Ruanda receberão recursos para fornecer assistência urgente a deslocados pela violência e às comunidades vulneráveis que os abrigam.

Cerca de US$ 9 milhões serão alocados para a RD Congo; Burundi e Ruanda vão receber US$ 2,5 milhões cada.

Parceiros na Colômbia, Coreia do Norte e Djibouti receberão apoio para manter operações humanitárias de longa data, mas subfinanciadas. Estas incluem a distribuição de alimentos e serviços de saúde básica.

Valeria Amos agradeceu aos doadores que já se comprometeram com US$ 418 milhões para o Cerf em 2015.

Síria

Na primeira das duas rondas anuais do Fundo para apoio financeiro a emergências subfinanciadas, cerca de US$ 77,5 milhões vão para países afetados pela crise na Síria.

O país vai receber US$ 30 milhões. O restante irá para agências humanitárias no Egito, Iraque, Líbano e Turquia.

Segundo o Ocha, em menos de quatro anos o número de pessoas que precisam de assistência humanitária na Síria subiu de 1 milhão para mais de 12 milhões. Outros milhões fugiram para buscar refúgio além fronteira.

Ainda segundo o Escritório da ONU, quando o Cerf foi criado em 2006, o apelo humanitário global era de US$ 6 mil milhões. Este montante mais do que triplicou para US$ 19 mil milhões.

Leia Mais:

ONU estima que 78 milhões precisam de auxílio humanitário urgente em 2015

ONU preocupada com situação de segurança devido a protestos na RD Congo

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031