Conselho de Segurança condena ataque que matou 37 no Iémen

Ouvir /

Bomba explodiu próximo de uma fila de candidatos à matricula na instituição na quarta-feira; países-membros do órgão querem que envolvidos sejam levadas à justiça.

Pedestres em Sanaa, capital do Iémen; Foto: Pnud Iémen

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Os membros do Conselho de Segurança condenaram “nos termos mais fortes” o ataque bombista ocorrido esta quarta-feira na Academia de Polícia na capital iemenita, Sanaa.

Pelo menos 37 pessoas morreram no incidente que, segundo agências de notícias, teve 66 feridos. Uma bomba explodiu pouco tempo depois da saída de dois homens, que teriam chegado de autocarro à fila de candidatos para matrícula na academia.

Vítimas

A informação aponta que membros das vítimas e pedaços do veículos foram espalhados na área após o ataque que ainda não foi reivindicado. Na nota, os Estados-membros deploram igualmente dois ataques ocorridos nos passados dias 31 de dezembro e 4 de janeiro.

Terrorismo

Após endereçar condolências aos familiares das vítimas, o Conselho de Segurança reafirma que o terrorismo em todas suas formas e manifestações é uma das mais sérias ameaças à paz e à segurança internacionais.

Destacando que os atos de terrorismo são criminosos e injustificáveis, o órgão reafirma a sua determinação em combater todas as formas de terrorismo à luz das suas responsabilidades nos termos da Carta das Nações Unidas.

Os membros do Conselho de Segurança sublinham ainda a necessidade de que os autores, organizadores, financiadores e patrocinadores de tais atos serem levados à justiça.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031