Cerca de 70% dos afetados pelas cheias perderam culturas e gado no Malaui

Ouvir /

Inundações já mataram pelo menos 79 e fizeram mais de 150 desaparecidos; FAO revela que 35 mil hectares de terra cultivada estão submersos e inúmeros animais foram perdidos com o subir das águas.

Apoio ao retorno dos agricultores afetados. Foto: FAO.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

Cerca de 68% dos malauianos  afetados pelas cheias perderam as culturas e o gado. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, destaca que os agricultores do sul do país precisam urgentemente de sementes e de animais depois da destruição que ameaça a segurança alimentar .

Pelo menos 79 mortos já foram confirmados e 170 mil pessoas tiveram que abandonar as suas casas devido ao fenómeno. O número de desaparecidos chega a 153, somente no distrito de Nsanje.

Consequências

A representante da FAO no Malaui, Florence Rolle, disse que a falha em responder prontamente às necessidades terá consequências duradouras.

Rolle sublinhou que  mais de 60 mil hectares de terra foram afetados, ao destacar o impacto sobre famílias e  campos agrícolas.

Rios

Apesar de o país ser regularmente afetado por secas e inundações, as fortes chuvas atualmente em queda  anteciparam-se e fizeram transbordar rapidamente as margens dos rios Chire e Rue.

Os alertas de cheias continuam ativos num momento em que se esperam chuvas fortes e moderadas no norte. Estima-se que 35 mil hectares cultivados estejam submersos no país, onde foi decretado o estado de emergência em 15 dos 28 distritos.

Surtos

A FAO sublinha a morte inúmeras cabras e galinhas com o subir das águas em velocidade inesperada, o que aumenta o risco de surtos de peste.

O plano de resposta do governo inclui US$ 16 milhões para serem usados nas necessidades agrícolas e para o plantio  e colheita durante a presente temporada agrícola após o retorno dos agricultores afetados.

A agência pretende colaborar com o Governo do Malaui na distribuição de culturas de curta duração como por exemplo milho, arroz e batata-doce . No país, 86% da população vive em áreas rurais e depende da agricultura e da criação de gado.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031