Índia: Ban convida chefe do governo para campanha pelos direitos das mulheres

Ouvir /

Secretário-geral pediu ao primeiro-ministro Narendra Modi para fazer parte da iniciativa He for She; pedido do chefe da ONU foi movido por preocupações em relação à violência sexual e discriminação no país.

Ban Ki-moon e Narendra Modi. Foto: ONU/Mark Garten.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas convidou o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, a juntar-se à iniciativa He for She, Ele por Ela em tradução livre. A iniciativa, lançada pela organização, procura envolver homens na defesa dos direitos das mulheres a nível global.

O pedido foi avançado na sequência das preocupações de Ban Ki-moon  com a violência sexual e a discriminação no país, que  visita até esta terça-feira. Vários episódios dessas práricas reportados na Índia têm sido condenados em todo o mundo.

Mudanças

No encontro,  Ban agradeceu o contributo indiano para as forças de manutenção da paz das Nações Unidas.

Mas ação sobre a mudança climática dominou o encontro entre ambos, após a abertura de uma cimeira que junta líderes políticos e empresariais a investidores e corporações internacionais em Gandhinagar, no estado de Gujarat.

O secretário de estado norte-americano, John Kerry participa na reunião, aberta por Ban Ki-moon. O responsável da ONU falou da importância das ações para travar as alterações climáticas, ao apontar 2015 como o que considerou de “ano mais importante e crucial para a humanidade”.

Recursos

Para sustentar o argumento, o chefe da ONU falou das medidas para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, em torno das quais estão a ser acelerados recursos e esforços para alcançar a meta.

Ban lembrou que os líderes mundiais devem concluir e chegar a acordo sobre a agenda de desenvolvimento pós-2015, composta por metas de desenvolvimento sustentável.

O chefe da ONU lembrou também que deve-se chegar a um acordo universal e significativo sobre a mudança climática em dezembro, em Paris.

Energia Solar

A Índia foi elogiada pelo secretário-geral por ter sido palco de consultas para elaborar a próxima agenda de desenvolvimento global.

Na área indiana de Vadodara, Ban inaugurou um canal de energia solar de 10 megawatts numa central de energia.

Na ocasião, considerou Gujarat  em exemplo de como a energia sustentável e ações climáticas são diferentes aspetos do mesmo problema e a ligação para o crescimento económico, o aumento da igualdade social e um ambiente mais saudável.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031