Acnur elogia Canadá por prometer asilo a 13 mil sírios e iraquianos

Ouvir /

Em comunicado, porta-voz da agência da ONU para refugiados lembrou que os países vizinhos que recebem cidadãos que fogem do conflito já passaram do limite de sua capacidade para abrigo.

Bandeira do Canadá.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, elogiou o anúncio do governo do Canadá de que irá receber 13 mil sírios e iraquianos vítimas de conflitos em ambos os países árabes.

Em comunicado, emitido na quinta-feira, o porta-voz do Acnur, Adrian Edwards, disse que as nações vizinhas, que têm recebido os refugiados, estão tendo dificuldade para conceder mais abrigo.

Inverno severo

Edwards afirmou que é importante que "os países vizinhos da Síria recebam um apoio moral" pelo trabalho que vem fazendo desde o início do conflito.

A oferta do Canadá de abrigar 10 mil sírios e 3 mil iraquianos foi feita após o alto comissário da ONU, António Guterres, ter pedido aos países para dar abrigo a 100 mil pessoas.

No início deste semana, o Líbano anunciou restrições à entrada de mais refugiados sírios afirmando que o país não está em condições, uma vez que já comporta pelo menos 1,5 milhão de sírios.

O porta-voz da agência lembrou que o Líbano tem cerca de 1,7 mil comunidades com refugiados, e que está lutando contra um inverno severo.

O Acnur informa que existem mais de 3,2 milhões de refugiados sírios e outros 7 milhões de pessoas estão deslocadas dentro da Síria. Em março, o conflito no país irá completar quatro anos.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031