"2015 apresenta chance histórica de melhorar a vida das pessoas"

Ouvir /

Afirmação é do presidente da Assembleia Geral, Sam Kutesa; ele destaca que governos tem, nos próximos meses, a importante tarefa de formular uma agenda de desenvolvimento que seja inclusiva e transformadora.

Sam Kutesa. Foto: ONU/Loey Felipe

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Para o presidente da Assembleia Geral da ONU, os próximos meses apresentam uma "oportunidade histórica" para a comunidade internacional decidir a nova agenda de desenvolvimento global.

Ao detalher os objetivos do órgão para este ano, Sam Kutesa afirmou que as decisões tomadas pelos líderes em 2015 tem o potencial de melhorar a vida das pessoas.

Capacidade

O presidente da Assembleia Geral disse que formular a nova agenda global é uma tarefa crítica, uma vez que o documento deve ser inclusivo e transformador.

Para Kutesa, o sucesso depende da capacidade dos países em garantir coerência entre a elaboração da agenda pós-2015 e uma reunião preparatória, focada no financiamento para o desenvolvimento, que ocorre em julho, na Etiópia.

Em março, a ONU organiza no Japão uma conferência mundial sobre redução do risco de desastres e o presidente da Assembleia Geral ressaltou que o novo pacote de objetivos deve incluir medidas no setor.

Ameaças

Neste ano, a Assembleia Geral  vai continuar focada em redobrar esforços para conter a epidemia de ebola na África Ocidental. Sam Kutesa elogiou esforços dos países mais afetados e disse que funcionários humanitários, enfermeiros, médicos e civis têm tido atitudes "heróicas".

O presidente da Assembleia Geral lembrou que paz e segurança estão no coração da ONU, mas foram ameaçadas em 2014 por vários conflitos no mundo. Kutesa citou "ataques terroristas brutais realizados pelo movimentos Estado Islâmico, Al-Qaeda, Al-Shabab e Boko Haram".

Reforma

Ele lembrou ainda dos assassinatos ocorridos em escolas do Paquistão, os recentes "ataques terroristas em Paris" e na Nigéria, situações que chamaram a atenção para o aumento da ameaça do terrorismo e do extremismo, segundo o presidente da Assembleia Geral.

Sam Kutesa destacou que as Nações Unidas devem redobrar seus esforços para combater todas as formas de terrorismo e de extremismo e enfatizou não haver justificativa para esses ataques.

Segundo o presidente da Assembleia Geral, o aniversário de 70 anos das Nações Unidas e a reforma do Conselho de Segurança são outras prioridades do ano.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 8 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031