Unicef mobiliza ajuda para crianças e famílias atingidas por tufão nas Filipinas

Ouvir /

Agência da ONU afirma que tempestade afetou mais de 1 milhão de pessoas, sendo mais de 400 mil crianças; escritório para Redução de Risco de Desastre afirmou que governo filipino fez um excelente trabalho para reduzir número de vítimas.

Foto: UNICEF Filipinas/2014/Gay Samson

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e seus parceiros estão mobilizando ajuda de emergência para crianças e mulheres afetadas pelo tufão Hagupit, também chamado de Ruby, que atingiu as Filipinas neste fim de semana.

A agência da ONU disse que, segundo dados do governo filipino, mais de 1 milhão de pessoas foram afetadas pela tempestade, sendo mais de 400 mil crianças. Muitas estavam nos abrigos especiais montados justamente para proteger a população.

Samar

A Cruz Vermelha informou que pelo menos 21 pessoas morreram com a passagem do tufão e a região de Samar, na parte oriental do país, foi a mais atingida.

Segundo o Unicef, a tempestade ainda está se movimentando com fortes ventos e chuva causando alagamentos e deslizamentos de terra. As autoridades ainda não têm uma ideia do impacto total do Hagupit nas Filipinas.

O escritório da ONU para a Redução de Riscos de Desastres, Unisdr, afirmou que o governo filipino fez um excelente trabalho pondo em prática ações aprendidas depois da tragédia ocorrida com a passagem do tufão Haiyan, em novembro do ano passado.

Na época, pelo menos 6,3 mil pessoas morreram e 4,1 milhões perderam suas casas. O Haiyan destruiu também 600 hospitais e centros de saúde no país.

Salvar Vidas

A chefe do Unisdr, Margareta Wahlström, afirmou que todos os setores do governo filipino se uniram para salvar vidas e minimizar os danos que poderiam ser causados pelo tufão Hagupit.

Segundo ela, desde o tsunami que atingiu a região do oceano Índico há 10 anos, a ONU tem dito que os países e as comunidades da área têm o poder de reduzir as perdas se estiverem bem organizados.

Walhström disse ainda que as nações precisam compreender a natureza do risco dessas tempestades e desenvolver a capacidade de alertar e retirar a população antes da tempestade atingir a região.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031