Representante da União Africana na ONU comparece à posse de Dilma

Ouvir /

Embaixador Téte António disse que africanos "sentem-se em casa no Brasil"; ele ressaltou boa cooperação desde a época do governo Lula.

Téte António. Foto: ONU/Evan Schneider

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O representante da União Africana junto à ONU, Téte António, afirmou que participará da cerimônia de posse da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, nesta quinta-feira, 1º de janeiro.

Em entrevista à Rádio ONU, em Nova York, o embaixador contou que o Brasil abriga a maior comunidade africana do mundo fora do continente. Segundo ele, os africanos se sentem em casa no Brasil e os brasileiros se sentem da mesma forma na África.

Cooperação

António comentou também sobre a cooperação entre os dois lados.

"Nós temos uma cooperação boa enquanto União Africana, UA, houve iniciativas do Brasil, nomeadamente o presidente Lula, em matéria de agricultura para África. Eu creio que há muitas coisas que podemos partilhar com o Brasil e nós demos uma grande importância à cooperação com o Brasil, que é um país próximo de nós, está no coração dos africanos mas também tem uma experiência de treino a partilhar com os países africanos."

O representante da UA falou também sobre a participação do Brasil em Missões da ONU na África. Ele citou que acompanhou o presidente da Comissão da Consolidação da Paz, o embaixador brasileiro, Antonio Patriota, na reunião com o Conselho de Paz e Segurança da União Africana, em Adis Abeba.

Compatriota

Téte António disse que isso demonstra grande coordenação entre a UA e a Comissão de Consolidação da Paz.

"Sobretudo, com o pensamento de um brasileiro que pensa na África, que conhece os nossos problemas, conhece as nossas contradições e que é capaz de talvez entender melhor do que qualquer outro. Falando com o embaixador Patriota eu sentia mais a falar mais com um compatriota africano do que com um parceiro."

O embaixador da União Africana disse que a região continuará cooperando com o Brasil no próximo mandato de Rousseff, como vinha fazendo anteriormente.

Segundo a mídia local, cerca de 4 mil agentes de segurança devem trabalhar na  posse da presidente brasileira, em Brasília. Dilma Rousseff foi reeleita para um novo mandato de quatro anos, após vencer as eleições no segundo turno no fim de outubro.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031