Portugal coordena com União Europeia apoio a Estado palestiniano

Ouvir /

Medida apoiada pela Assembleia da República do país prevê solução de dois Estados; Missão de Portugal junto à ONU diz que parlamentares portugueses entenderam que "é chegado o momento".

Embaixador Álvaro Mendonça e Moura. Foto: Embaixada de Portugal.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Portugal está pronto para apoiar a criação do Estado palestiniano. De acordo com a Missão portuguesa junto às Nações Unidas, os parlamentares da nação europeia decidiram que "é chegado o momento" de produzir uma solução para a questão de paz no Médio Oriente.

Em entrevista à Rádio ONU, o embaixador de Portugal, Álvaro Mendonça e Moura, falou sobre a evolução do tema no contexto internacional incluindo as Nações Unidas.

Ao comentar a diferença sobre o contributo português ao processo de paz, Mendonça e Moura disse que o momento atual é historicamente determinante. E explicou a votação da Assembleia da República recomendando ao governo o reconhecimento do novo Estado.

Negociações

"A diferença é que a recomendação da Assembleia da República é no sentido de se reconhecer o Estado da Palestina. Esta é a diferença. Este é o novo passo. (Pergunta: com território?) Claro. O território está identificado. E é muito claro. O território é o território das fronteiras de 1967. Embora se admita que possa haver nas negociações, que sempre serão necessárias entre as duas partes, ajustamentos nessa fronteira."

Com uma forte tradição diplomática, Portugal participa há várias décadas de debates sobre a promoção da paz no Médio Oriente. De acordo com o embaixador Mendonça e Moura, qualquer medida do país neste tema tem de ser articulada com a União Europeia.

Forma coordenada

"A questão é do momento. É da oportunidade ao reconhecimento. E o que a Assembleia da República entendeu é que é chegado o momento de, em colaboração com a União Europeia, portanto a ideia é que Portugal faça este reconhecimento de uma forma coordenada com a União Europeia, mas que Portugal venha a reconhecer o Estado da Palestina sempre com o objetivo de garantir a possibilidade de uma solução baseada em dos Estados."

As declarações do embaixador Álvaro Mendonça e Moura foram dadas durante uma entrevista à Rádio ONU de balanço de 2014 sobre a cooperação de Portugal junto às Nações Unidas.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031