Entrevista: Luiza Bairros

Ouvir /

Luiza Bairros. Foto: Governo do Brasil

A ONU lançou nesta quarta-feira a "Década Internacional dos Afrodescendentes", que terá início em 1º de janeiro de 2015 e terminará em 31 de dezembro de 2024.

O presidente da Assembleia Geral, Sam Kutesa, disse na abertura do evento "que as pessoas de descendência africana sofrem racismo em todos os países". O tema da iniciativa é "Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento".

A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Brasil, Luiza Bairros, participou da cerimônia na sede da ONU.

Em entrevista à Rádio ONU ela falou sobre a importância da Década Internacional.

Segundo Bairros, "o lançamento da Década é um momento de muita alegria para o Brasil porque o país teve um papel muito importante em todo o processo de negociação que resultou na sua aprovação.

A ministra brasileira afirmou que agora "todos os Estados membros da ONU podem reiterar sua capacidade de pensar que a situação dos afrodescendentes no mundo pode ser diferente".

Bairros disse ainda que os governos podem trabalhar de uma outra forma assumindo como responsabilidade primária o combate ao racismo e seus efeitos.

Na entrevista, a ministra falou também sobre o que o Brasil tem feito para combater esse crime. Ela citou o trabalho para cumprir da lei de cotas que foi aprovada pelo Congresso nacional.

A ministra falou ainda sobre a lei que garante 20% das vagas de concursos públicos para candidatos e candidatas negros e vários programas do governo federal que buscam criar oportunidades para as pessoas negras.

Acompanhe a entrevista com Edgard Júnior.

Duração: 9’16″

Compartilhe

Parte 1 Ouvir / Parte 2 Ouvir /
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031