Ban apela a Israel para investigar morte de ministro palestino

Ouvir /

Ziad Abu Ein, morreu durante protestos perto de Ramallah, na Cisjordânia, que resultaram em confrontos com forças de segurança israelenses; secretário-geral pede calma e reforça importância de investigação transparente.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Mark Garten

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral das Nações Unidas declarou esta quarta-feira estar "profundamente triste" com a morte do ministro palestino Ziad Abu Ein. Ele participava de um protesto próximo a Ramallah, na Cisjordânia.

Segundo relatos, houve confrontos entre manifestantes e forças de segurança de Israel. Por isso, Ban Ki-moon faz um apelo às autoridades israelenses para que conduzam uma "investigação rápida, completa e transparente" sobre as circunstâncias da morte.

Calma

Agências de notícias afirmam que o ministro palestino, sem pasta definida, teve complicações após inalar gás lacrimogênio, mas testemunhas teriam afirmado que Ziad Abu Ein teria sido atingido por soldados israelenses.

Ban Ki-moon apela também à calma na região e envia condolências à família do ministro e ao povo palestino. O coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio, Robert Serry, também lamentou o episódio e pediu investigações.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031