Ban anuncia síntese dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável pós-2015

Ouvir /

Secretário-geral vai divulgar relatório final em 31 de dezembro; Grupo de Trabalho apresentou 17 metas com 169 alvos específicos; conselheira especial sobre planejamento das ODS quer acabar com a pobreza global até 2030.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou esta quinta-feira na Assembleia Geral a síntese do relatório sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável pós-2015.

O relatório final será apresentado no próximo dia 31. O título é: "O Caminho para a Dignidade até 2030: Acabando com a Pobreza, Transformando Todas as Vidas e Protegendo o Planeta".

Criatividade e Propósito

O chefe da ONU disse que "nunca antes uma consulta tão ampla e profunda tinha sido feita sobre a questão do desenvolvimento".

Ele explicou que em apenas dois anos, Estados membros, o sistema da ONU, analistas, sociedade civil, empresários e milhões de pessoas em todo o globo se uniram com criatividade e um propósito comum.

Ban elogiou o projeto do Grupo de Trabalho sobre o assunto que apresentou 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável com 169 alvos de atuação específicos.

Para o secretário-geral, o resultado expressa a visão clara dos Estados membros e o desejo de ter uma agenda que possa acabar com a pobreza, alcançar paz e prosperidade, proteger o planeta e não deixar ninguém para trás.

Dignidade Humana

Ban disse que nos próximos meses a comunidade internacional vai negociar os parâmetros finais da agenda pós-2015, que deve ter como base os direitos humanos e a dignidade.

O chefe da ONU lembrou a declaração final da Rio+20 que diz que "os ODSs devem ter as ações orientadas, ser concisos e de fácil comunicação. Além disso, devem ser em número limitado, de natureza global e universalmente aplicáveis em todos os países".

As metas devem levar em consideração as diferentes realidades das nações, capacidades e níveis de desenvolvimento, assim como respeitar políticas nacionais e prioridades.

Pobreza

A conselheira especial do secretário-geral sobre o planejamento da agenda de desenvolvimento pós-2015, Amina Mohammed, destacou um dos principais pontos do relatório.

Segundo Mohammed, "o mais importante do documento talvez seja a esperança e a oportunidade que a geração atual tem de acabar com a pobreza até 2030".

Ela afirmou que a comunidade internacional tem condições de, ao mesmo tempo, transformar vidas e encontrar caminhos para proteger o planeta.

No combate à pobreza, a conselheira especial afirmou que um dos maiores obstáculos é lidar com as desigualdades.

Elementos Essenciais

Já Ban destacou no discurso uma série de "elementos essenciais", que segundo ele, vão servir de guia para o trabalho que deve ser feito à frente.

O chefe da ONU disse que o primeiro elemento é a dignidade, essencial para o desenvolvimento humano e que engloba a luta contra a pobreza e a desigualdade. Na lista estão ainda, população, prosperidade, planeta, justiça e parceria.

Ele afirmou que a agenda pós-2015 vai ser construída tendo como base a cooperação global e a solidariedade. E nesse sentido, mencionou que no ano que vem, os Estados membros terão a oportunidade de adotar ações para garantir o bem-estar futuro mundial.

O chefe da ONU disse que em julho, em Adis-Abeba, na Etiópia, os países devem formar uma nova parceria global. Em setembro, em Nova York, a comunidade internacional deve chegar a um acordo sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e em dezembro, em Paris, as autoridades devem chegar a consenso nas negociações sobre o clima.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031