Relator do modelo de rádio digital no Brasil defende voto facultativo

Ouvir /

Deputado federal (PPS-PR), Sandro Alex falou à Rádio ONU durante participação em encontro sobre paz no Oriente Médio, realizado na sede da organização na sexta-feira.

Sandro Alex. Foto: Rádio ONU

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Brasil deve adotar num futuro próximo um novo modelo de rádio digital. Segundo o relator da comissão que avalia o caso no Congresso, a faixa AM de rádio está com os dias contados no país.

Em entrevista exclusiva à Rádio ONU, o deputado federal Sandro Alex (PPS-PR) contou que a Câmara tem estudado vários modelos como o americano, o europeu e o japonês. O deputado afirmou que entregará, esta semana, o relatório ao Congresso para decisão final.

Transformação

Sandro Alex esteve na sede da ONU na sexta-feira para participar de um encontro com parlamentares de todo o mundo a respeito da paz no Oriente Médio.  Ao conversar com a Rádio ONU, ele explicou o trabalho sobre a transformação para o rádio digital no Brasil.

"Qual é o modelo que vamos adotar? Será o modelo americano americano ou o modelo europeu? Eu vejo que o modelo americano, primeiro que ele é o único que existe de fato, porque o modelo europeu, o que trabalha bem é o DAB, mas ele trabalha em sistema multiplex. Nem os Estados Unidos nem o Brasil adotam. E os japoneses sequer habilitaram o seu modelo para disputar no Brasil. Eu devo encaminhar relatório para o modelo americano, que é hoje o que está inclusive com milhares de emissoras nos Estados Unidos avançando."

Opiniões

O relator Sandro Alex contou ainda que continuará o debate na Câmara dos Deputados para transformar o voto obrigatório em facultativo no país. Segundo o deputado, a medida foi aprovada em comissão especial, mas ainda precisa ser levada para um amplo debate. Ele reconhece que há opiniões favoráveis e contrárias às mudanças sobre o voto para os eleitores.

"Elas (as pessoas) não têm a obrigação ou o dever de votar, elas têm o direito. 'Não, mas a pessoa  vai para a praia', se ela acha que ela deve ir descansar ou não sair de casa por N razões é o direito dela. E nós, pela primeira vez, estamos discutindo isso com profundidade no Congresso Nacional. Até então, se dizia: 'não estamos preparados para dar esse direito então aos brasileiros'.  Ou seja: algo ultrapassado, arcaico, que os países modernos já não aceitam."

O deputado federal Sandro Alex participou da entrevista na Rádio ONU ao lado do também deputado federal, Ney Carneiro, do Psdb da Paraíba.

Eles foram convidados pelo Congresso Nacional para representar o Brasil no debate com parlamentares de todo o mundo na sede da organização.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031