ONU condena ataque a sinagoga em Jerusalém que matou quatro pessoas

Ouvir /

Coordenador para o Processo de Paz no Oriente Médio afirmou que não há qualquer justificativa para esses assassinatos deliberados; Robert Serry pediu a israelenses e palestinos que façam o possível para evitar uma escalada da situação.

Robert Serry. Foto: ONU/Eskinder Debebe

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.*

A ONU condenou esta terça-feira um ataque a uma sinagoga no oeste de Jerusalém.

O coordenador especial para o Processo de Paz do Oriente Médio, Robert Serry, afirmou que não há qualquer justificativa para esses assassinatos.

Dois lados

Segundo agências de notícias, dois palestinos teriam invadido a sinagoga armados com revólveres e facas. Quatro israelenses morreram no atentado e pelo menos oito ficaram feridos. Os agressores teriam sido mortos pela polícia.

Serry reiterou o pedido urgente da ONU para que os dois lados façam o possível para evitar uma escalada da já tensa situação em Jerusalém.

Em nota separada, o Alto Comissariado de Direitos Humanos disse que está alarmado com a série de incidentes violentos ocorridos em Israel e nos territórios palestinos.

Além disso, o órgão lembrou que no domingo, um motorista de ônibus palestino foi encontrado enforcado dentro do veículo em Jerusalém. O crime ainda não foi elucidado.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031