ONU anuncia painel internacional de tecnologia e ciência com três africanos

Ouvir /

Além do antigo ministro ruandês do setor, que lidera o grupo, estão figuras do Sudão e da África do Sul; expectativa do secretário-geral é transformação estrutural e desenvolvimento sustentável dos países menos avançados.

Foto: UIT

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

As Nações Unidas anunciaram, esta quarta-feira, um painel de alto nível que vai aconselhar o secretário-geral sobre a operação e a organização de um Banco de Tecnologia e Ciências dedicado aos países menos avançados, chamados PMAs.

Trata-se de um mecanismo para apoiar a tecnologia e a inovação no conjunto de 48 nações que também inclui os lusófonos Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Africanos

Para presidir o grupo foi nomeado o antigo ministro da Educação, Ciência, Tecnologia e Investigação Científica do Ruanda, Romain Murenzi.

De África, o painel de 11 elementos inclui ainda o sudanês Mohamed Hassan e o sul-africano Thebello Nyokong.

Impulso

O secretário-geral pediu que os especialistas preparem recomendações práticas sobre a área, para dar um forte impulso para acelerar a transformação estrutural e o desenvolvimento sustentável dos países menos avançados.

A Assembleia Geral sugeriu a formação de um grupo para considerar atividades da proposta de um banco tecnológico, que deve ter vínculos com as Nações Unidas. O primeiro encontro do painel será em fevereiro de 2015 e os resultados da avaliação devem ser anunciados na próxima sessão do órgão da ONU, a iniciar em setembro.

*Apresentação: Laura Gelbert.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031