Equipa da Unamid visita aldeia para investigar alegações de estupro em massa

Ouvir /

Representantes civis, militares e da polícia estiveram na aldeia de Tabit, em Darfur do Norte, neste domingo; segundo agências de notícias, há relatos de que 200 mulheres e meninas foram vítimas de violações na área.

Soldados da Unamid. Foto: Unamid.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma equipa da Missão da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid,teve acesso à aldeia de Tabit, em Darfur do Norte. A visita aconteceu neste domingo, após agências de notícias relatarem alegações de que 200 mulheres e meninas foram vítimas de estupro em massa no local.

Estiveram presentes representantes civis, militares e da polícia.

Entrevistas

Segundo a Unamid, a equipa passou horas na aldeia a entrevistar diversos residentes, incluindo líderes comunitários, professores, estudantes e homens e mulheres em geral. O objetivo seria verificar a veracidade dos relatos da mídia.

A Missão afirma que os líderes comunitários reiteraram que coexistem de forma pacífica com as autoridades militares locais na área. A equipa também entrevistou o comandante local das Forças Armadas Sudanesas.

Patrulhas

De acordo com a Unamid, nenhum entrevistado confirmou o acontecimento de nenhum incidente de estupro em Tabit no dia do relato da imprensa. A Missão declara ainda que equipa não encontrou nenhum indício nem recebeu informações sobre as alegações da mídia durante o período em questão.

A Unamid pretende conduzir ações de acompanhamento sobre a questão, incluindo possíveis investigações futuras e patrulhas. Estas seriam em coordenação com autoridades anfitriãs relevantes e em conformidade com o Acordo de Status das Forças entre o governo do Sudão e a Missão da ONU e da União Africana.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031