Conselho de Segurança condena ataques a embaixadas na Líbia

Ouvir /

Explosões de carros armadilhados abalaram embaixadas do Egito e dos Emirados Árabes Unidos em Trípoli; instalações atacadas nesta quinta-feira tinham sido encerradas por vários meses.

Conselho de Segurança discute a situação na Ucrânia. Foto: ONU/Eskinder Debebe

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Os Estados-membros do Conselho de Segurança condenaram “nos termos mais fortes” o que chamaram de atentados terroristas contra as embaixadas do Egito e dos Emirados Árabes Unidos na capital líbia Trípoli.

Agências de notícias informaram que as explosões de dois carros armadilhados diante das missões diplomáticas dos dois países mataram pelo menos cinco pessoas esta quinta-feira. As instalações tinham sido encerradas por vários meses devido ao agravamento da insegurança na cidade.

Inocentes

Os 15 países-membros deploraram os atos de violência contra as instalações, tendo sublinhado que estes põem em risco vidas inocentes e impedem seriamente o trabalho normal de representantes e funcionários diplomáticos.

No país, ocorrem confrontos entre forças do governo e milícias islamitas. De acordo com as agências, os combates têm sido mais acentuados na segunda maior cidade líbia Bengazi.

A nota dos membros do Conselho ressalta que o terrorismo, em todas as suas formas e manifestações, é uma das mais graves ameaças à paz e à segurança. Tais atos são declarados ”criminosos e injustificáveis, independentemente das suas motivações, quando e quem os cometeu.”

Justiça

A nota reafirma a necessidade de combater o terrorismo por todos os meios, conforme a Carta das Nações Unidas e todas as obrigações das leis internacionais.

A terminar, os componentes do órgão sublinham a necessidade de levar os autores desses atos à justiça. A nota lembra do princípio fundamental da inviolabilidade das instalações diplomáticas e consulares e as obrigações dos governos anfitriões segundo a Convenção de Viena.

A nota destaca a obrigação da tomada de medidas apropriadas para proteger instalações diplomáticas e consulares contra qualquer intrusão ou dano e que seja evitada qualquer perturbação da paz do tipo de missões.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031