Unicef afirma que lavar as mãos é importante na luta contra o ebola

Ouvir /

Declaração da agência da ONU foi feita para marcar o Dia Mundial da Lavagem de Mãos, este 15 de outubro; especialista diz que essa é uma das formas mais baratas e eficazes de combater vírus.

Foto: Unicef Serra Leoa

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirmou que lavar as mãos é uma importante ferramenta na luta contra o ebola.

A declaração foi feita para marcar o Dia Mundial da Lavagem de Mãos, este 15 de outubro. A data é comemorada pela ONU pelo sétimo ano consecutivo.

"Vacinas"

O chefe do programa global de água, saneamento e higiene do Unicef, Sanjay Wijesekera, explicou que "lavar as mãos com sabão é uma das vacinas mais baratas e mais eficazes no combate a doenças causadas por vírus".

Wijesekera declarou que "as equipes da agência na Libéria, em Serra Leoa e na Guiné, estão reforçando a importância da lavagem das mãos como parte das medidas necessárias para impedir a transmissão do ebola".

Ele afirmou que não existe uma fórmula mágica, mas a prática representa uma defesa a mais no combate ao surto, que é barata e está disponível a todos.

Risco

O Unicef tem chamado a atenção para o ebola nos países mais afetados, trabalhando para pôr um fim a ideias erradas sobre a doença e que acabam colocando mais pessoas em risco.

A agência da ONU distribuiu equipamentos de proteção, como luvas, aventais e cloro, como também 1,5 milhão de barras de sabão somente em Serra Leoa e outros milhões na Libéria e na Guiné.

O especialista do Unicef afirmou que será necessário um esforço internacional maciço para acabar com o ebola. Na sua opinião, é importante informar a população sobre as medidas que podem ser adotadas nas áreas mais atingidas pelo surto.

Um relatório recente do Unicef e da Organização Mundial da Saúde revelou que no ano passado, 340 mil crianças com menos de cinco anos, quase mil por dia, morreram em todo o mundo por doenças associadas à diarreia.

Elas foram causadas por falta de água potável, de saneamento básico e de condições mínimas de higiene.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031