Unesco pede inquérito sobre assassinato de jornalista cidadã no México

Ouvir /

María de Rosario Fuentes Rubio, do estado de Tamaulipas, era médica e alertava  sobre crimes na região; segundo agências de notícias, a conta dela na mídia social teria sido violada logo após o crime.

Foto: Unesco

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, pediu um inquérito sobre a morte de uma jornalista cidadã no México.

Em comunicado, a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, disse que a vítima era uma mulher corajosa que usava a mídia social para denunciar grupos de crime organizado no país.

Seguidores

María del Rosario Fuentes Rubio, que era médica, alertava cidadãos do estado de Tamaulipas, perto da fronteira com o Texas, sobre perigos ligados ao crime organizado na região. Ela ainda pedia aos seguidores da mídia social que denunciassem os delitos à polícia.

A médica passou a receber ameaças de morte pela internet, e no último dia 15 foi sequestrada enquanto deixava o trabalho. A conta dela na mídia social foi violada e os criminosos postaram uma foto do corpo de María del Rosario online, no dia seguinte.

Ainda segundo agências de notícias, os criminosos teriam escrito uma mensagem como se fosse a médica pedindo aos seguidores para "encerrarem suas contas e não arriscarem o que ela tinha arriscasdo."

A chefe da Unesco disse que as autoridades mexicanas têm que fazer tudo que estiver ao alcance delas para levar os responsáveis à justiça.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031