Unamid elogia novo plano contra uso de crianças-soldado em Darfur

Ouvir /

Iniciativa eleva para seis o número de partes em conflito com estratégias a desencorajar a prática; operação de paz na área sudanesa ajuda a reintegrar mais de 1,2 mil menores que foram envolvidos em confrontos.

Crianças-soldado. Foto: Irin/Gabriel Galwak

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

A Missão das Nações Unidas e da União Africana em Darfur, Unamid, elogiou esta segunda-feira um plano para acabar com o uso de crianças como combatentes em conflitos nas comunidades na área sudanesa.

A operação de paz anunciou que a nova estratégia foi adotada pelo Sheikh Musa Hilal e endossada por outros líderes de 11 comunidades de Darfur do Norte. O objetivo é desencorajar a participação dos menores em confrontos dentro e fora das comunidades.

Conflitos Étnicos 

O plano prevê uma comissão criada para dar seguimento ao aumento da consciencialização sobre o impacto negativo do uso de crianças-soldado e identificar os menores envolvidos em conflitos étnicos anteriores.

Mais de 1,2 mil menores beneficiam de programas de reintegração após terem sido envolvidos na prática. A Comissão de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração do Sudão, o Fundo da ONU para a Infância e a Unamid apoiam as ações.

Ordens 

Nos últimos cinco anos, seis partes em conflito em Darfur criaram planos de ação para acabar com recrutamento e uso de crianças-soldado e outras nove emitiram ordens de comando a proibir a prática.

Há dois meses, as 11 comunidades envolvidas no novo plano proibiram a prática por ordens do Sheikh Musa Hilal. O documento deplora atos como violência sexual contra as crianças, sequestro, assassinato, mutilação e ataques contra escolas e hospitais.

A Unamid realça a garantia de um compromisso total e da adesão às normas e aos padrões internacionais com vista a proteger crianças em situações de conflito armado.

Educação e Habilidades

O novo plano inclui ações a serem implementadas com entidades associadas para reabilitar e reinserir os menores na sociedade, incluindo através do acesso à educação e a habilidades vocacionais.

A Unamid diz esperar que o sucesso da implementação sirva como uma plataforma para promover relações entre as comunidades, contribuir para acabar com conflitos tribais e reforçar a proteção infantil.

Na nota, o representante especial do Unamid, Abiodun Bashua aplaudiu os progressos através da promoção da apropriação da agenda de proteção das crianças em Darfur.

O responsável prometeu continuar a apoiar os esforços em curso para livrar Darfur de crianças-soldado e de outros graves abusos contra as crianças.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 14 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031