Sudão do Sul abriga lançamento de campanha contra exploração sexual

Ouvir /

Evento será esta quinta-feira; iniciativa tem apoio do Ministério de Género, Criança e Bem-Estar Social, da Missão da ONU no país e de agências da organização além da sociedade civil.

Foto: Unmiss/Isaac Gideon

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Sudão do Sul realiza esta quinta-feira, 9 de outubro, o lançamento de uma campanha contra a exploração sexual e abuso.

A iniciativa segue-se à campanha de 2013 com o mesm o tema e busca reforçar o trabalho do Sistema das Nações Unidas no país africano.

Tolerância Zero

De acordo com o comunicado da Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, o governo do país tem exercido uma política de tolerância zero a qualquer ação de exploração e abuso sexuais.

O evento conta com o apoio do do Ministério de Género, Criança e Bem-Estar Social, da Missão da ONU no país e de agências da organização, além da sociedade civil. Junto eles irão fazer uma série de atividades de consciencialização do problema.

As atividades devem ocorrer de 9 de outubro até 25 de novembro.

Um dos principais objetivos da campanha nacional é alertar grupos comunitários, especialmente as mulheres e crianças, além de outras pessoas consideradas vulneráveis.

Uma outra meta é levar as ferramentas necessárias e conhecimento para que as ações possam ser identificadas e assim o ato de exploração sexual evitado.

O lançamento da campanha está marcado para Yei, que fica no estado de Equatoria Central. O lema deste ano é "Fale! Ou Mata Askut!"

*Apresentação: Laura Gelbert.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 13 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031