Situação permanece tensa em Bangui, com 6,5 mil novos deslocados

Ouvir /

Afirmação é da agência da ONU para Refugiados, que alerta sobre violência na capital da República Centro-Africana; Missão da ONU no país reforça patrulhas na região.

Foto: ONU/Catianne Tijerina

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, está "alarmado" com a recente onda de violência em Bangui, capital da República Centro-Africana.

Segundo a agência, os últimos ataques contra civis e soldados de paz da ONU dificultaram ações humanitárias na região. O Acnur relembra um ataque de granada a 7 de outubro, quando quatro pessoas morreram, e outras ações que deixaram nove civis mortos e 55 feridos.

Novos Deslocados 

Na segunda-feira, houve reabertura do tráfego e do comércio em Bangui, mas ainda assim, a situação na capital continua tensa, revela o Acnur. A agência recebeu relatos de que 6,5 mil pessoas acabam de deixar suas casas, mas o número de novos deslocados pode ser muito maior. 

Confirmar os dados ainda não foi possível, uma vez que as equipas do Acnur estão sem acesso a vários locais na cidade e regiões próximas. Por isso, a agência da ONU pede a todos envolvidos no conflito para respeitarem os trabalhadores humanitários e fornecer acesso completo aos desalojados.

Vigilância 

Atualmente, 410 mil pessoas são consideradas deslocadas internas na República Centro-Africana, a incluir 60 mil civis em Bangui. Outros 420 mil habitantes deixaram o país em busca de refúgio em nações vizinhas.

O enviado especial do secretário-geral para a República Centro-Africana, Babacar Gaye, está engajado com a presidente Catherine Samba-Panza, membros do G8 e parceiros internacionais para combater a violência.

Gaye pede aos lados envolvidos nos confrontos que retornem ao diálogo. Esta terça-feira, o enviado encontrou-se com o mediador regional em Brazzaville, no Congo.

A Missão da ONU na República Centro-Africana, Minusca, ampliou suas patrulhas na capital, Bangui. No sábado, os capacetes azuis conseguiram prevenir um ataque de 100 combatentes armados anti-Balaka numa área próxima à residência de Samba-Panza e a vigilância foi reforçada no local.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 15 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031