Secretário-geral pede proteção a civis em cidade ameaçada pelo Isil na Síria

Ouvir /

Ofensiva na cidade de Ayn al-Arab, ou Kobane, já resultou em deslocamentos e mortes; segundo agências de notícias, pelo menos 400 pessoas morreram e 160 mil sírios fugiram.

Ban Ki-moon. Foto: ONU/Devra Berkowitz

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

De acordo com comunicado publicado pelo porta-voz do secretário-geral da ONU na noite desta segunda-feira, Ban Ki-moon está acompanhando com "grande preocupação" a ofensiva em curso do grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, à cidade Ayn al-Arab, no norte da Síria.

A ação já teria causado "deslocamento maciço" de civis, incluive para Turquia, ferimentos e morte.

Fronteira

Na nota, Ban mencionou "extensas violações de direitos humanos e direito internacional que o grupo terrorista cometeu em áreas que caíram sob seu controle na Síria e no Iraque".

O chefe da ONU pediu "urgentemente" a todos os que têm os meios para fazê-lo que tomem medidas "imediatas" para proteger os civis na cidade "sitiada", também conhecida como Kobane.

Segundo agências de notícias, em três semanas de combates pelo menos 400 pessoas morreram e 160 mil sírios fugiram.

Ainda segundo agências, se o Isil capturar Kobane, seus militantes vão controlar grande trecho da fronteira entre Síria e Turquia.

Comunidade Internacional

Ainda esta terça-feira, o enviado especial para a Síria, Staffan de Mistura, afirmou que o mundo tem visto com seus próprios olhos as imagens do que acontece quando uma cidade é tomada pelo Isil.

Ele citou massacres, tragédias e estupros. De Mistura disse que a cidade de Kobane está cercada há três semanas e que seus 400 mil habitantes, todos curdos, estão tentando se defender. Aproximadamente 200 mil já conseguiram fugir para a Turquia.

O enviado especial da ONU declarou que enquanto a população utiliza armas convencionais nos combates, o Isil tem tanques e morteiros.

Staffan de Mistura afirmou que a comunidade internacional tem que agir agora para defender os civis na região e evitar que mais uma cidade caia nas mãos do grupo extremista.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031