Nações Unidas condenam ataques terroristas no Egito

Ouvir /

Pelo menos 31 soldados foram mortos em duas ações na península de Sinai, na noite de sexta-feira; Conselho de Segurança faz pede aos países que cooperem para que responsáveis sejam identificados e levados à justiça.

Conselho de Segurança. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU e o Conselho de Segurança condenaram dois ataques ocorridos em Sinai, no Egito, perto da fronteira com Gaza. Pelo menos 31 soldados foram mortos nas ações ocorridas na noite de sexta-feira.

Em uma nota divulgada por seu porta-voz, Ban Ki-moon condena fortemente os ataques e envia condolências ao governo egípcio e aos familiares das vítimas.

O comunicado do Conselho de Segurança acrescenta que "o terrorismo é uma das ameaças mais sérias à paz e à segurança internacionais" e destaca que qualquer ato do tipo é criminoso e injustificável.

Os países que integram o órgão reforçam sua determinação em combater todas as formas de terrorismo, como prevê a Carta das Nações Unidas. O Conselho destaca a importância de levar à justiça os responsáveis, organizadores e patrocinadores dessas ações.

É feito também um apelo para que todas as nações cooperem com governos relevantes neste sentido, cumprindo assim suas obrigações perante o direito internacional e as próprias resoluções do órgão.

O Conselho de Segurança lembra que os Estados devem garantir que as medidas de combate ao terrorismo estejam de acordo com suas obrigações internacionais, em especial com os direitos humanos, dos refugiados e o direito humanitário.

 

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 11 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031