Já são quase 65 mil deslocados internos na República Centro-Africana

Ouvir /

Onda de violência que decorre desde o princípio do mês levou milhares de famílias a deixar a capital, Bangui, e arredores; Conselho de Segurança reúne-se para debater a situação no país.

Conselho de Segurança. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança reúne-se na manhã desta terça-feira, em Nova Iorque, para tratar a situação na República Centro-Africana.

O aumento da violência desde início do mês está a causar maior volume de deslocados internos, segundo a Organização Internacional para Migrações, OIM.

Movimentações

Novos dados divulgados pelo órgão esta terça-feira sugerem que já são 64,3 mil desalojados na capital, Bangui, e arredores. As últimas movimentações incluem a chegada de 4,3 mil deslocados internos na cidade de Bimbo, que fica 25 km à sudoeste de Bangui.

Com o retorno dos conflitos inter-comunitários, a população busca abrigo seguro em edifícios públicos, igrejas, escolas e hospitais.

Ameaças

Líderes de uma associação comunitária relataram à OIM movimentações de famílias na última semana e casos de fogo cruzado e incêndio em casas, que trazem "memórias terríveis" aos moradores.

Enquanto muitas famílias deixam suas casas por precaução, outras são diretamente ameaçadas.

A OIM, em parceria com o Fundo da ONU para Resposta a Emergências, Cerf, está a monitorizar os desalojamentos e a apoiar os esforços de assistência humanitária.

Leia também:

Capital da República Centro-Africana regista nova onda de ataques

Missão da ONU na República Centro-Africana sofre emboscada em Bangui

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 12 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031