Capital da República Centro-Africana regista nova onda de ataques

Ouvir /

Em Bangui, Ocha e OMS fazem forte apelo aos grupos armados que estão a agir na região; quase 160 feridos foram recebidos em centros de saúde e 9,5 mil pessoas tornaram-se deslocadas internas.

Deslocados centro-africanos. Foto: Ocha/C. Illemassene

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A capital da República Centro-Africana, Bangui, regista uma nova onda de ataques e de violência. A situação levou o Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha, e a Organização Mundial da Saúde, OMS, a fazer um forte pedido a grupos armados para que protejam os civis.

Outro apelo é por respeito à segurança e à integridade dos centros médicos de Bangui. A coordenadora sênior do Ocha, Claire Bourgeois, está extremamente preocupada com as mortes durante os ataques.

Incêndios e Deslocamentos

A representante deplorou o alto número de feridos, os incêndios contra casas e o facto de que as vítimas estão a buscar refúgio em outros locais. Cerca de 160 pessoas feridas buscaram os centros de saúde da capital na última semana.

Nos últimos dias, outros 3 mil civis deixaram suas casas e com isso, subiu para 9,5 mil o número de novos deslocados internos na República Centro-Africana.

No geral, o país tem 410 mil desalojados, sendo mais de 62 mil apenas em Bangui. A Organização Mundial da Saúde apela a grupos armados que respeitem os hospitais e clínicas e permitam que as ambulâncias circulem livremente pela cidade.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 20 DE OUTUBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 20 DE OUTUBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031