Ban visita Faixa de Gaza e kibutz no sul de Israel

Ouvir /

Secretário-geral visitou áreas atingidas durante o conflito entre palestinos e israelenses que durou 51 dias; ele expressou condolências a todos os que perderam parentes e amigos e desejou rápida recuperação aos feridos.

Ban Ki-moon em visita à escola da Unrwa em Gaza. Foto: ONU/Shareef Sarhan

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, visitou esta terça-feira a Faixa de Gaza e vai visitar também um kibutz, no sul de Israel, atingido por foguetes durante o conflito entre israelenses e palestinos que durou 51 dias. A violência na região deixou mais de 2,1 mil palestinos mortos e mais de 70 israelenses.

No encontro que teve com o vice-primeiro-ministro do governo de consenso nacional palestino, Ban disse que estava comovido com a destruição vista na região. Segundo ele, a destruição atual é bem pior do que em 2009, quando os dois lados também se enfrentaram.

Esperança

Apesar disso, o chefe da ONU falou de uma sensação de esperança por causa da formação do governo de consenso e pela chegada do primeiro comboio de ajuda na área.

Ban enviou condolências a todos que perderam parentes e amigos durante o conflito e desejou rápida recuperação dos feridos.

O secretário-geral visitou também um projeto de pesca do Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, e uma escola da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa.

Kibutz

Antes de regressar a Nova York, Ban vai visitar um kibutz, localizado no sul de Israel. O local foi alvo de vários foguetes lançados durante o conflito. Os kibutz são comunidades formadas por israelenses que vivem como uma cooperativa.

O chefe da ONU disse que a comunidade internacional já mostrou solidariedade e um forte apoio ao povo palestino e à reconstrução da região, com a mobilização de US$ 5,4 bilhões, o equivalente a R$ 13 bilhões.

Falando a jornalistas em Gaza, Ban pediu justiça para todos os que cometeram violações e ações criminosas durante o conflito. Segundo ele, o Conselho de Direitos Humanos criou uma comissão de inquérito que está investigando a situação.

Ocupação e Embargo

O secretário-geral pediu também que palestinos e israelenses discutam o fim da ocupação e a suspensão do embargo. Segundo ele, se estes assuntos não forem resolvidos não haverá paz e segurança sustentáveis na região.

Ban afirmou que tocou nesse assunto durante as reuniões que manteve com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e com o primeiro-ministro palestino, Rami Hamdallah.

Compartilhe

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE DEZEMBRO DE 2017
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031